Realista

by - 15:07:00

"Seja realista [...]. Comece a ver as coisas como os outros vêem."

Bastou isto, apenas isto para eu poder começar a pensar de um outro jeito.

Bem, analisando tudo o que aconteceu nos últimos dias, meses e até ano, poderia dizer que eu estava sendo muito infantil ao imaginar que eu estava vivendo um conto de fadas, em que eu era a princesa  que sofria, e um dia a fada teria pena de mim e me mandaria um príncipe encantado pra me fazer feliz, e seríamos ser felizes para sempre.

Oh! Que merda é essa, Jeyse? 
Conto de fadas não existem!
Príncipes não existem! - a não ser os príncipes de Mônaco, Inglaterra, e Espanha. 
Seja realista, porra!

Merda. E tudo isso é culpa de quem? De quem? Do Thell! 
Mas eu preciso agradecer à ele por isso. 
Com uma simples frase dita, ele me fez perceber que eu realmente preciso, necessito, devo ser realista.

Essa frase está sugando minha mente.
Olho pra cima, pro lado, pra baixo e... seja realista!
Droga.

Bem, eu tenho que começar a ver as coisas como os outros vêem, né? 
Mas aí então, eu estarei entrando em contradição comigo mesma, mas nem sei por que. Me veio esse pensamento na mente agora.
Isso é realmente algo complicado para mim.

Mas bem, hoje eu acordei cedo, fui no quintal de casa, olhei pra grama, pro Sol e pensei comigo: "É, ótimo, vou ser realista."

Eu estou me sentindo péssima. Um lixo. Desesperada.
Ontem mal consegui dormir pensando nisso. 
Assisti Gossip Girl até as 3h da manhã, e depois não consegui dormir mais. Tomei Coca-Cola, comi chocolate, brinquei com a gata e ouvi música. 
Meus pensamentos se ocupavam com ele.
Como coração partido dói demais né? Como amar e não ser correspondido corrói o coração.
Depois de horas e horas, finalmente consegui dormir.

Bem, eu acho que deveria realmente largar mão de ser boba, idiota, otária, viver em um mundo de fantasias, e começar a pensar mais em mim.

A partir de hoje vou começar a me fechar mais, a ser mais egoísta, egocêntrica, convencida e a dar mais valor pra mim, e pra quem me dá valor.

Ou ao menos tentar.

Assim como estou tentando manter esse blog.
Hoje é sábado, 01 de março de 2008, tá um Sol lá fora, e eu adoraria sair pra andar de bicicleta, olhar o céu, sentir o vento na cara, mas eu to tão triste que decidi fazer esse blog pra ser um diário, pra desabafar e esquecer o Thell. 

COMO DÓI MEU CORAÇÃO!