Talvez a culpa seja sua

by - 23:49:00

Senti meu coração pulsar sem pudor. Senti minha boca secar, e novamente aquela sensação de que estava caindo.

Acordei com a luz da Lua em meu rosto. Luz tão forte que foi capaz de me deixar acordada por horas.
Mas talvez a culpa não seja dela.
Talvez a culpa seja sua.


Fechei os olhos na tentativa de afastar você dos meus pensamentos e tentar dormir um pouco mais. Mas foi em vão.
Revirei de um lado para o outro na cama, na tentativa de me sentir cansada e acabar adormecendo. Mas isso também foi em vão.
Olhei no meu celular que estava jogado no chão, e nenhum sinal de você.

A culpa é minha. 

Decidi que queria começar o ano sem você, e comecei.
Só não sabia que seria tão difícil conviver com essa sua ausência.

Você não procurou. Você não esbravejou. Você não questionou.
Você simplesmente aceitou.
Aceitou que eu saísse da sua vida, após todos esses anos. Simples assim.

Na tentativa de te afastar dos meus pensamentos, percebi que só consegui atraí-los cada vez mais para você.
Lembrei dos dias que passamos juntos conversando, e das inúmeras e incontáveis horas e vezes que compartilhamos nossos momentos um com o outro.
Saudades.

Eu deixei que você entrasse na minha vida, e não queria que você saísse nunca dela. 
Mas você saiu, e saiu por livre e espontânea vontade de minha parte.
Sinto-me feliz por ter conseguido me afastar desse amor que só corroía por dentro. Sinto-me feliz por ter conseguido afastar você de mim, mesmo que eu tenha inúmeras recaídas. Mas continuarei tentando, sempre.

 Mas você continuará sendo sempre o cara que me acorda nas melhores partes do sonho e me faz ficar acordada a madrugada toda pensando em finais felizes. Você sempre será o cara que me faz lembrar do passado com um aperto e saudade no peito. 
Você sempre será aquele cara que um dia eu amei, e hoje percebo que já não amo mais.

E talvez a culpa seja sua.