Pequenos detalhes

by - 15:17:00

Eu ando completamente aérea. Sério. Já pensei em fazer regressão pra ver o que aconteceu, e porque eu tô assim (sei lá, né, vai que eu perdi algo). E também pensei em fazer esses testes de personalidades para ver se tem alguma coisa com meu eu interior, ou consultar a tabelinha astrológica pra ver se tá tudo certo ou se tem alguma coisa de errada comigo. Mas acabei por não fazer nem isso e nem aquilo. 
Só tô caminhando mesmo, todos os dias pra ver se toda essa energia negativa e depressiva sai um pouco de mim. Caminhando e tentando viver. 

E registrei umas coisas por aí. 



Por algum motivo, que eu aparentemente não lembro o qual, eu não fui à aula semana passada. E agradeço a Deus por não ter ido.
Despretensiosamente liguei na Warner e estava começando o primeiro episódio de Gossip Girl. Primeiro episódio da primeira temporada da primeira série que amei na minha vida e a única que amo até hoje.
A primeira vez que assisti GG foi em 2007. Eu era adolescente e imatura de tudo, assim como Blair. Eu tinha uma melhor amiga, assim como ela também, e tinha um amor não correspondido, como ela. Nunca me encontrei em um personagem quanto me encontrava em Blair. Apaixonada por um cara, mas que se envolvia com outro e sem querer se via com um amigo.
Foram seis anos. Seis anos de Gossip Girl. E crescendo junto. Lembrei dos anos de 2009 a 2012, em que perdia GG no horário normal e tinha que ficar até mais tarde, tipo, até às duas da manhã, acordada para poder assistir a reprise do ep na Warner, que por sorte e graças a Deus era reprisado NO MESMO DIA QUATRO HORAS DEPOIS! E, aliás, obrigada Warner. Eu amo vocês, de todo o meu coração. 
Eu sempre preferi a Serena com Dan e achava mesmo que os dois deveriam ficar juntos.  Mas Blair e Chuck sempre foram donos do meu coração e de toda a minha torcida. Pensei até que eles não iriam ficar juntos, mas cara, eles não poderiam fazer isso! Acho que se GG acabasse com Blair e Chuck separados, eu acabaria junto. ♥ Mas eles ficaram juntos e foi tudo tão perfeito, e, ai.  Impossível não amar.  ♥ #teamChair



Acordar às seis horas da manhã têm sido algo bem legal, para ser sincera. Até na segunda-feira. E até no domingo. E no sábado também.
Às vezes me perguntam porque eu prefiro rua e não academia.
Bem, eu deixo essa foto aqui pra vocês saberem o motivo, ♥



Meus pés, dias desses, me levaram até o cemitério. Dá pra acreditar?



Minha irmã não vale UM REAL, e eu também não. Mentira. Ela vale muita coisa sim. Mas às vezes eu odeio ela, sabe? Mas o amor é maior que o ódio, e não dá não. Amor é amor. E irmão é irmão. ♥



QUEM CONTOU A MINHA HISTÓRIA NO JORNAL?



Ai, São Paulo...



Fazia tempo que eu não via um Pôr do Sol. Na verdade, pôr do Sol tem todos os dias e eu vejo quase sempre, mas há tempos eu não parava de verdade para olhá-lo.
Parar tudo o que estou fazendo, respirar fundo e olhar o céu. Que amor e como isso me faz bem.


Estou me recuperando de uma ilusão amorosa, mas não sei nem se estou no caminho certo.
Espero que sim.