domingo, 10 de dezembro de 2017

Fragmentos de Novembro


Se passaram dias desde o último dia em que apareci por aqui.
As coisas em casa, na família, na vida, não estão sendo fáceis. Pela primeira vez, neste ano, senti que tudo ia sair do controle. Mas, mantendo a calma e respirando fundo, algumas coisas foram se encaixando.
Já outras, nem tanto. Estou em desespero. Desespero com meu futuro, com meu passado, e com o que será de mim neste momento.
Céus.
Lá se foram trinta dias.
Trinta dias que se estenderam de um jeito muito, mas muito esquisito. Brigas em casa, doenças na família, desentendimentos, choros, desespero... Parece que o ar ficou, de certa forma, carregado por aqui. Mas foi muito auto controle, pé no chão, oração e paciência para ficar em paz, pelo menos aqui, na minha cabeça. Nem que por uns instantes...
Em Novembro fiz vinte e quatro anos.
Vinte e quatro anos de vida, e lá se vão uns dez de desgraçamentos. 
Não foi o melhor aniversário do mundo, mas foi um aniversário bom.
Vovó estava internada, então não teve clima de festa, mas teve celebração. Celebração por estar viva, com a família, e com saúde.



Novembro também foi mês de passeio. A tour pelo Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida foi no feriado, com minha avó, minha irmã e meu namorado, pra conhecer o Santuário, o Presépio, a Basílica Velha, e todas essas coisas que romeiros e turistas fazem. Sim, bem turista, mesmo morando há vinte quilômetros de Aparecida.



Teve também "turismo" pelo Santuário Santa Cabeça, que fica em Cachoeira Paulista.
É uma Igreja, pequena, simples, mas pura e cheia de amor!
Depois, houve uma tentativa de conhecer uma cidade chamada Silveiras, mas nem valeu a pena. Perdão, meu Deus.
Era apenas mais uma típica cidade do interior, sem muitos atrativos. Mas, com uma água geladinha por apenas R$ 1,25! Com R$ 5,00 deu pra comprar DUAS ÁGUAS e DOIS CHOCOLATES Batom. 
Vocês acreditam?
Pois é. 
Deu sim!



Em Novembro também teve cartas. Muitas cartas enviadas, algumas recebidas, e animação para cartões de Natal! 



Também surtei e cortei meu cabelo.
Não sei se estou triste, ou feliz, ou se quero morrer, ou se só quero sumir.



Que Dezembro seja um mês sem muitos desgraçamentos e muito amor em Cristo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita!
Ative o "Notifique-me" para receber notificação do seu comentário, pois eu sempre respondo. O feedback é adorável! <3

Segredo Sujo © , 2008 ♥ 2018