domingo, 1 de abril de 2018

Tempos de Renovação


Hoje o dia amanheceu nublado.
Ainda tentando assimilar tudo o que havia acontecido no sábado, da morte de minhas amigas, a dor da família, a ausência, dormi tão mal, que não consegui dormir. Assim, perdi a hora para ir ao Culto de Páscoa da minha Igreja.
Uma pena. 
Mas meu coração se encheu de alegria ao saber que teríamos um almoço de Páscoa em casa.
O primeiro almoço de Páscoa em casa!
Que felicidade!

Sempre fizemos o almoço na casa dos avós. Na Sexta-feira Santa, era na casa da Vó Maria, comendo Bacalhoada, e no Domingo, era na casa da Vó Lígia, para comer Frango Assado.

Mas, desta vez, o Domingo foi em casa.
E pela primeira vez, em muitos, mas muitos anos, a família esteve reunida. A família da minha mãe, e a família do meu pai. Teve até o cachorro do meu primo correndo pelo quintal com a minha cachorra!
Puro amor! Pura felicidade! Pura gratidão!

Risos, alegria, mas choro também. Choro e saudade de pessoas que nunca mais iremos ver.
Como a morte é dolorosa para nós, que ficamos.

Foi uma tarde linda, com meus pais, minha irmã, meu namorado, meus primos, meus avós, meus tios, e a minha sobrinha! 
Não sei expressar a felicidade que senti ao ver a casa cheia de gente, em união, em harmonia.

A paz se estendeu à noite.
Nós fomos à Igreja, na Cantata de Páscoa. 
Uma alegria tomou conta do meu coração. Um amor tão grande que senti vindo de Cristo, me sentindo acolhida, segura em seus braços, mesmo que coberta de pecados, de imperfeições, erros e tropeços.
Deus nos acolhe quando O procuramos.
Isto é incrível e misericordioso!

Sinto em meu coração uma felicidade imensurável. 
Meus pensamentos estão confusos, e pela primeira vez, assumi que tenho medo. Medo de Deus me castigar pelos pecados. Medo de enfrentar a verdade. Medo de morrer.
Não sei, e não consigo imaginar como será o Paraíso descrito na Palavra do Senhor, e também não consigo imaginar se sou digna dele. 
Luto, persevero, espero com fé, um dia, poder ser aceita no Reino de Deus. Espero um dia poder encontrar o Pai Celestial, e reencontrar com pessoas que amo, que sinto falta, que nunca mais vi. Espero poder reencontrar com a minha avó Lígia, com meu avô Paulo, com meu amigo Rodrigo, e até com o Bruninho. Espero poder encontrar meus pais por lá, junto com a minha irmã, meu namorado, e toda a minha família. 

Sinto um desespero tomar conta de mim toda vez que paro pra pensar, e principalmente, quando penso sem querer na morte, mas são tempos de renovação, e sinto no meu coração uma paz, que vem de Cristo, que é misericordioso, e, meu amigo.

São tempos de renovação.
Carinho, paz, amor no coração.

Sigo, aqui, após essa Semana Santa, ainda tropeçando, caindo, errando e acertando, mas com o coração renovado, os pensamentos em Cristo, e pronta para fazer importância no seu Reino!
Ainda não sei qual o meu papel no Reino de Deus. Não sei qual é o meu dom, qual a minha função em Seu Ministério, mas tenho esperança de que Ele me mostrará o caminho!

Em nome de Jesus!

Que Abril seja um mês doce, suave, e com o amor de Jesus no coração e na vida de cada um!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita!
Ative o "Notifique-me" para receber notificação do seu comentário, pois eu sempre respondo. O feedback é adorável! <3

Segredo Sujo © , 2008 ♥ 2018