sexta-feira, 11 de julho de 2008

Nada é para sempre

A mentira que vejo é a verdade que me escondem.

 Estou cansada de algo surreal, algo irreal.

 Nada pode mudar os meus conceitos sobre o que é a dor.

Lembro-me do dia 19/06/2006, quando recebi algo de você.
Aquele dia ficou guardado para sempre em minha memória, assim como a sua carta que ficou na minha gaveta. Te amo e você sabe disso.
Eu achei que éramos para sempre.
Achei que nós éramos o encaixe perfeito,  mas logo percebi que não éramos.
Eu lutei para que déssemos certo, mas você não venceu a luta que tivemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita!
Ative o "Notifique-me" para receber notificação do seu comentário, pois eu sempre respondo. O feedback é adorável! <3

Segredo Sujo © , 2008 ♥ 2018