Erros e amadurecimento

by - 11:08:00

Talvez fosse melhor eu parar de pensar mais nos outros e começar a pensar mais em mim.
A minha vida está toda embaralhada.
Cartas na manga? Já não tenho mais.
A cada passo que dou, a cada coisa que faço, a cada decisão que tomo, fico cada vez mais preocupada, com medo de cair, de errar, de falhar.
Cometi um erro, sim eu sei, mas o que posso fazer?
Erros todos cometem.


Me sinto tão inútil. É como se eu não fizesse falta pra ninguém, como se eu não fosse importante para ninguém, e como se eu não prestasse pra muita coisa.
Não sei se o erro é comigo, ou se é com as pessoas que me cercam, o mando que vivo.
Já não confio em mais ninguém como antes, já não sou mais como antes.
Comecei a fechar a cara para muita coisa. Comecei a ser mais madura, e comecei a pensar em coisas mais reais, ao invés de ficar pensando em gente famosa e rica.
Estou vivendo a realidade.
E acho que esse seja o maior motivo pelo qual Marianne parou de falar comigo.
Talvez seja porque ela ainda pensa como uma adolescente fútil, que idolatra desconhecidos até o último e os ama mais do que si mesmos.
Confesso que também fazia isso, mas tudo tem limite.
Eu cresci, assumi responsabilidades, amadureci.
Será que é tão difícil entender que no mundo real as pessoas mais fortes e importantes não gostam de pessoas fúteis, como aquelas que se importam somente com ídolos, fama, dinheiro e coisas bobas e passageiras?
Acho que esse é o motivo principal pelo qual não somos mais amigas como antes.
O fato de eu ter parado de me importar tanto com algumas coisas longe da minha realidade deve ter sido algo absurdo para ela, só pode.
E bem, o que eu vou fazer?
Eu estou em outro centro de amizades, em outro círculo. Estou me misturando com pessoas diferentes dela, pessoas mais 'maduras' e 'adultas'. Pessoas que caíram na real, que mudaram. E, que culpa tenho eu?
Já não sei se conheço ela como eu conhecia antes.
As pessoas mudam e as promessas são quebradas.
Lembro que fizemos tantas promessas! E por mais que seja inacreditável, eu tentei cumpri-las, mas quando se trata de nós, isso não se pode ser discutido.
Éramos amigas, não escondíamos nada uma para a outra, sempre dividíamos nossos segredos e nossas coisas pessoais.
Mas isso mudou.
Apenas o que e quero fazer agora é esquecer dela. Esquecer de tudo o que passamos. Esquecer da amizade de dez anos que tivemos, porque quero uma amizade real, algo de verdade Porque se for pra sermos amigas, terá de ser igual a como antes, porque pra mim, é tudo ou nada.