Sumiço

by - 20:44:00

Eu sou o tipo de pessoa que faz promessa, mas quase nunca cumpre.
Se pudesse me definir, seria algo como: Dramática, a louca dos gatos, descumpridora de promessas e amante de pão de queijo. E umas outras coisas a mais.
Prometi que faria BEDA. Fiz. Mas parei. Prometi que estudaria mais. Estudei. Mas relaxei. 
Prometi que caminharia todos os dias. Fez frio. Parei uns dias.

A minha vida ficou tão doida nesses últimos trinta dias, que eu não sei o que fazer. 
Mentira.
Até sei, mas sou dramática e dificulto tudo.

Resolvi compartilhar meu sumiço em fotos.
Vai que dá pra justificar, não é mesmo?



Na verdade, o maior motivo do sumiço não tem foto. Tem nome, um possível sobrenome e um monte de sentimentos.
O amor é uma bosta, e eu sou mais ainda. Francamente. Eu sou uma idiota em romances.
Deveria de fato escrever um livro.


Bagunçou meu coração, meus pensamentos e tudo o que eu tinha em mente. Fui envolvida e deixei me envolver. Atrapalhou demais minha concentração para caminhar, para estudar, trabalhar e até conversar.
Graças aos céus e a Deus que surgiu na minha vida uma luz. Sim. Luz no fim do túnel, e todo o clichê desta frase. Fazer o que, né.


Saudações à Ísis. A gata mais linda do mundo dos vivos, porque eternamente Sandy


Adotei a Ísis um ano e meio depois de perder a Sandy. 
E ela tem me ajudado e muito nessa batalha para esquecer as dores e repensar  nos sentimentos.
Terça-feira, dia 03, foi um puta dia misto. Uma hora felicidade imensa, e segundos depois, uma dor, uma bad e uma sensação de lixo tomou conta de mim.
Cheguei em casa depois da faculdade e a única coisa que eu conseguia fazer era chorar. Pensei em me abrir para minha mãe, minha irmã, e até mesmo para o meu pai, mas a única coisa que eu fiz foi compartilhar um nono de tudo o que aconteceu com minha irmã. Tem hora que é preferível guardar o que acontece só com a gente.
Ísis me fez companhia para dormir. Linda e maravilhosa só sabia me fazer sorrir.
O que dizer sobre isso? <3 



Resultado das minhas primeiras folhas secas.
Esse livro é "As Chaves do Reino - Sr Segunda-Feira". Um livro sensacional, que foi usado de abrigo para essas e outras lindas flores e folhas que andei colhendo por aí. 
As flores estão a cada dia mais linda e secas, quase prontas para o Herbário, mas tenho que confessar que a cada folha nova que coloco no livro, perco uma parte dele. As folhas estão todas manchadas e algumas grudaram devido o líquido soltado pela flor. 
Ossos do ofício. Mas sigo firme na ambição de construir o próprio herbário.

Mais flores para a coleção. :)



Eu já disse que OneRepublic é minha banda preferida? 
Se não, deixo aqui registrado que é.
Tá, tudo bem. Cobra Starship é minha banda preferida, mas Gabe resolveu acabar com tudo, e só me resta esse vazio, e aquela decepção com ele quando lançou a faixa Never Been in Love e eu achei que eles iam de fato voltar. Mas, né. Deus sabe o que faz.
OR vão lançar um novo cd, e meu coração pede com carinho que não seja tão chato quanto o cd do Coldplay. Parece que os caras somem, e quando voltam, mudam tudo. Gente, não brinca com meu coração não! 
Vem pro twitter usar a hashtag #WhereverIGo pra apressar o Ryan, o Brent, o Eddie, o Drew e o Zach a terminarem essa tortura logo! <3 Ou será que eu vou ter que continuar vendo VH1 para descobrir músicas novas?

Essa Lua maravilhosa do dia 20 de Abril. Quero chorar até agora. 


Cortei meu cabelo, e sinceramente me pergunto porque fiz isso. 
Minha franja estava quase do tamanho do cabelo todo, e resolvi pedir pra minha irmã cortar dois dedos. Mas como era previsível, ela cortou uns quatro dedos, e a minha vontade foi de pegar a tesoura e enfiá-la no meu peito. Meu Deus! Jeyse, sua louca! 
Estou num misto de amor e ódio com esse cabelo. Um monte de gente elogiando e falando que tá bonito, mas eu só consigo odiar e sentir vontade de chorar. 
Talvez eu deva começar a aplicar aquele lance de amor próprio no meu cabelo.
Boa!


A foto que melhor me define: sol, sorriso, batom vermelho e cabelo curto.



Um beijo, um abraço, e não desistam de mim. <3