Fragmentos de Novembro

by - 17:38:00

Um mês sem dar as caras por aqui, e só tenho a dizer que: Eu amo Novembro.
Melhores dias. Melhor mês. Melhores experiências. Melhores sensações.
Muitos carinhos, sorrisos, amores e desafios.
Não sei lidar com coisas assim direito.

Por muito tempo, me relutei em dizer que sou merecedora de tudo aquilo que tenho. Mas, poxa vida, eu sou muito merecedora de tudo! Sou merecedora de cada coisa ruim, e, principalmente, de cada coisa boa que eu tenho e que vivi.

Novembro foi um mês de experiências e de muito aprendizado.
Resolvi compartilhar alguns fragmentos desse mês tão... lindo




Foi meu aniversário, e eu não sei como agradecer a Deus por ter sido um dia tão incrível. 
Há um bom tempo, comemoro Ano Novo no dia 04 de Novembro, porque, pra mim, ano novo é assim. ♥ 
Não foi o aniversário dos sonhos, mas foi o melhor aniversário possível. Ganhei abraços e beijos do meu melhor amigo, dos meus pais, da minha irmã, que de quebra me presenteou com esse bolo incrível. amo forte  ♥


Se você quer me ver feliz no fim de ano, tipo, só olha pra minha cara. HAHAHA Eu adoro esses últimos meses. Setembro porque é Primavera. Outubro porque tem feriado. Novembro porque é Novembro. E Dezembro porque tem Natal.
Fui comemorar meu aniversário numa loja de artigos natalinos em São Paulo, e confesso que quase morri lá dentro. 
E para ser sincera, se morresse lá, ia querer ser enterrada com uma guirlanda, ao invés de coroa de flores.

Eu já disse o quanto amo São Paulo?
Novembro foi mês de turistar em lugares que há tempos não ia, e nem conhecia. ♥

E teve a melhor companhia da minha vida. ♥



Novembro foi mês de loca do dia hauhauahua Sério. 
Saudades, ter tempo de parar e olhar a fuça no espelho. Saudades.


Essas pequenas felicidades. ♥



De uns anos para cá, tenho me dado um presente de aniversário especial todo ano. 
Em 2014 foi uma viagem. Em 2015 foi a Formula 1. E em 2016 foi o jogo do Corinthians.
Nunca havia entrado na Arena. Nunca. NUNCA. 
Essa é a parte ruim de ter um pai palmeirense: Ele não iria me levar na Arena.

Aí, um dia desses, surgiu a oportunidade de ir no jogo. Era para ser no Domingo, mas foi adiado para Segunda-feira, e seria contra o Internacional.
Achei que não iria, mas eis que o destino e Deus quisessem que eu fosse. 
E fui. ♥

Adivinha quem foi a minha companhia? ♥ 
Se não fosse pela minha mãe, eu não seria nem a metade do que sou, muito menos corinthiana. Entrar no estádio com ela foi uma sensação indescritível. Uma paixão compartilhada desde 1993. 
Eu não tenho palavras para expressar minha felicidade neste dia. Foi um misto de amor, com alegria, ousadia hahaha e, realização. 
Cara, foi indescritível.
Corinthians não se explica.

E de quebra, teve esse placar.
É ou não é pra colocar no DVD? ♥ 


Rolou a Experiência Alice, e eu não sei lidar com o escorregador que tive que descer, nem com o fato de passar pela porta que o Sr. Coelho passou hahaha Só amor. Só nostalgia. ♥


Foto aleatória no Lá da Venda, somente para mostrar meu relicário de flores da Jardim SP.
MUITO AMOR! ♥

Melhor aquisição natalina DO ANO: TIARA DE PAPAI NOEL.


Por mais dias doces como esses de Novembro! ♥