quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Diletantismo


Dias atrás me peguei pensando em por que ainda insisto em escrever no blog, no mesmo blog desde sempre, se não tem muitos acessos e não me dá nenhum retorno financeiro ou lucrativo.
Mas, parei de pensar quando percebi que existem coisas na vida que a gente faz por algo chamado diletantismo.

Aprendi o que é diletantismo esse ano, acredite.
Descobri por acaso, através de um senhor que se tornou meu amigo por acaso, e, assim como eu, faz tanta coisa por puro diletantismo...


                 "Diletantismo"
                 substantivo masculino
                 1. qualidade de diletante.
                 2. gosto acentuado pelas artes, esp. pela música.
                 3. dedicação a uma arte ou ofício exclusivamente por prazer.
                 4. atitude de indiferença em relação às exigências que o exercício de uma atividade pode envolver.
                 5. qualidade de obra ou ato realizados desinteressadamente.



Percebi que me encaixo neste perfil. No perfil de pessoas que fazem aquilo que gostam por puro prazer, por amor, sem muitas exigências, pressão ou cobranças.

Se passaram nove anos desde a primeira vez que escrevi um texto no meu blog.
Nove anos desde a primeira vez que eu tirei da cabeça (e do coração!) tudo aquilo que estava guardado e precisava ser compartilhado.

Nove anos atrás eu era uma menina, de quinze anos, que se sentia muito sozinha, triste e sem amigos. 
Era sábado, 15 de Março de 2008, quando sentei no chão do meu quarto, depois de passar uma sexta-feira inteira recortando e colando fotos de bandas que eu gostava em uma agenda que havia ganho de aniversário no ano anterior.
Estava triste por um pé na bunda, e ouvindo The All American Rejects, quando resolvi criar uma conta no Blogger, pois era menos mainstream na época. 
Comecei ali, a escrever, de modo nada convencional, tudo o que estava preso no coração ou bagunçado na mente. Escrevi um, dois, três posts, e quando vi, não parei mais.

"Dirty Little Secret" tocava nos fones do antigo MP3, comprado por mim no Paraguai. 
Era, na época, e confesso que até hoje, minha música preferida. 
E, assim, o blog ganhou esse nome.

Nove anos se passaram, e continuo aqui, me sentindo triste e sozinha, escrevendo histórias e compartilhando por amor, por paixão, diletantismo, cuidando do meu blog, fazendo tudo com muito carinho! Sem retorno financeiro, sem reconhecimento... Por puro amor!

Porque, tem coisa que é assim, faz parte da gente.
Só faz parte.
E faz um bem danado!





Segredo Sujo © , 2008 ♥ 2018