quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Seus olhos


Um carro.
Dois carros.
Três. 
E você.
Alguns anos se passaram desde que tudo aconteceu, e tantos outros se passaram desde a última vez que a gente se viu. Mas seu olhar... Eu seria capaz de reconhecer até no meio de uma multidão!

Seus olhos passaram por mim. E eu tenho certeza que mesmo com o vidro do carro fechado, você conseguiu ver que eu te olhava. 
E mesmo de máscara, sei que você viu eu sorrir.

Você apareceu do nada, e se foi do nada.
Esse lance durou segundos, mas o suficiente para me fazer sorrir e pensar em você o dia todo.
Em você.
Em mim.
Em nós.

Até hoje ainda não caiu a ficha de quem um dia houve um nós.
É simplesmente surreal que tudo aconteceu como tinha que acontecer, e aconteceu para que existisse nós.

Ver seus olhos, a expressão no seu rosto, e o andar devagar do carro, tenho mais do que certeza que você, igualmente a mim, não se esqueceu. Não se esqueceu de mim, da gente, de nós juntos, dos beijos, das risadas, das conversas, das ligações que só você me fazia atender... É sério! Só você me fez atender ligações no meu celular.
Incrível como você me fez quebrar todas as regras que impus a mim mesma. 
Impus para não cair em você. Não voltar pra você. Não pensar em você.

Mas acontece que você é assim: quando some, dá saudade. Quando está perto, me desnorteia.
Incrível como você é capaz de me causar sensações que eu nem lembrava mais que sentia.
Só você consegue me deixar mole. Só você me causa calafrios.
Só você me deixa sem fôlego. Só você me causa sorrisos incontroláveis e espontâneos.
Só você me deixa com saudade do passado.
Só você me causa borboletas no estômago.
Só você me faz querer ter alguém do meu lado.
E esse alguém é você.

Fecho os olhos e seus olhos vêm à minha mente, como um vento anunciando a chuva.
Seus olhos, seu cabelo, sua pele.
Suas mãos, sua boca, seu corpo.
A gente se encaixa tão bem, a gente se completa tanto, a gente se entende tanto, que não é possível a gente não poder ficar junto! 

Como eu queria você aqui, do meu lado, acordando ou dormindo, ou rindo. Queria você aqui, pensando nos móveis da sala, ou nas cores da parede do quarto. Queria você aqui, dizendo que tem gato demais na minha casa, e dizendo que eu coleciono muitas pinhas. Queria você aqui, planejando a próxima viagem, ou apenas vendo um jogo de futebol na tv.
Eu queria você aqui. 
Você por inteiro.
Você completo.
Você meu.
Você. 
E eu.
Segredo Sujo © 2008 ♥ 2020