O Sumiço em Cliques

by - 18:12:00

Às vezes você precisa se desligar de algumas pessoas ou de alguns vícios, pelo menos por algumas horas. 
E, olha, descobri que faz bem.
Passei algum tempo longe do blog, e de outras redes sociais, mas estive registrando meus momentos e adoraria compartilhar meu sumiço em cliques! 
 


Ganhei o livro Pó de Lua e passei muito tempo refletindo sobre as coisas simples da vida que passam despercebidas. Diante disso, voltei a escrever com mais dedicação em uma agenda, onde escrevo resumos do meu dia. Sim, bem diário mesmo, para aprender a valorizar a vida.
  

 Sempre fui muito bagunceira e desorganizada, mas quando cismo de arrumar meu quarto, sou capaz de passar horas e horas organizando-o até ficar do jeito que eu gosto. Resultado disso? Mudo as coisinhas de lugar o tempo todo! E encontro coisas que não lembrava que tinha, ou que não sabiam onde estavam, como essa folhinha. Foi presente da minha mãe, quando disse pra ela que gostava de Botânica. E essa pinha foi minha mãe quem pegou para mim, no dia das Eleições. Muito amor!


15 de Junho de 2014. Sem palavras ou sem ideias para resumir esse dia em algo que faça sentido. 
Copa do Mundo e eu diante do melhor jogador do mundo.


De volta a infância com a super linda e nostálgica exposição do MIS, "Castelo Rá-Tim-Bum - A Exposição". Impossível não lembrar da infância e de como a vida era gostosa naquela época, e a gente nem sabia... Queria poder ter dado mais valor  tardes passadas no sofá só vendo televisão...


Eu e a minha paixão em fotografar (ou ao menos tentar) pôr do sol, nuvens, entardecer e céu azul.


Arranjei tempo para atualizar o "book" da minha gata, a Sandy. 
E para apreciar um presente fofo (e significativo) de aniversário.

E teve meu aniversário. Com amigos, com pessoas amorosas. 
No começo eu não queria fazer nada, mas depois comecei a pensar na minha vida e percebi que pelo menos um abraço e um pouco de sorriso só me fariam bem. E fez.


Aprendi que você precisa ter dias ruins para aprender a gostar ainda mais dos bons.
Aprendi a valorizar os pequenos momentos da vida, como o céu nublado ou estrelado, as andorinhas voando, as montanhas aparecendo e desaparecendo enquanto você dirige, a sensação de pisar na grama molhada, o prazer de ouvir sua música preferida, e o carinho que só um abraço e o sorriso de um amigo (ou alguém que você ama) podem proporcionar.

Estou no Instagram! → Vamos lá? :)