sexta-feira, 1 de março de 2019

Fragmentos de Fevereiro


Um novo-velho amor (re)apareceu!
E eu tô amando -de novo-!

E não é que eu arrumei, finalmente, depois de tanto e tanto tempo, minha bicicleta?
Já a coloquei para andar, e estou completamente entusiasmada para desbandar a cidade de novo, apesar da preguiça, da canseira, do desânimo e da falta de coragem que rondam por aqui.
Mas, acho que a vida é assim, né? A gente corre aqui, corre ali, tenta se movimentar, ainda que pouco, pra não ficar parada e morrer de estresse, cansaço e sedentarismo...


Uma coisa bacana, mas nem tanto, desse mês foi o show que rolou do Jota Quest na minha cidade.
Não é algo que mexe com meu coração, nem me causa calafrio, nem nada, mas, né. Uma noite diferente das outras até que não é tão ruim assim...



Uma coisa extremamente bacana que aconteceu em Fevereiro foi o aniversário da minha irmã.
De uns tempos pra cá ando valorizando cada vez mais aniversários e comemoração em família. Talvez seja pelo fato da minha cabeça ter começado a pensar em morte, desde a morte da minha avó, em 2017. 
Desde que minha avó se foi, e o tempo passou, e as palavras da Bíblia ficaram cada vez mais evidentes na minha vida, meu medo pela morte também aumentou. Tenho medo de morrer e perder a salvação por um erro tão estúpido, sabe? Medo de morrer e passar o resto da minha eternidade queimando no fogo do inferno...
Céus.
Como isso me corrói por dentro. Isso tem destruído minha cabeça durante a madrugada.
Como o tempo anda passando rápido, e como nada mais disso existirá daqui uns anos...
Desesperador
Foi aniversário da minha irmã e teve uma noite de chopp, pão com linguiça, espeto e chocolate. Também teve noite de feijoada e casa lotada. ❤
Do meu jeito, de última hora (faltando poucos minutos paras pessoas começarem a chegar HAHAHA), eu resolvi amarrar umas bexigas, pendurar meu pisca-pisca e minhas pinhas, numa tentativa de decorar a varanda de casa. 
Bem, o resultado está aqui! 



Papis e o boy. 




Enaltecendo aqui o maravilhoso e doce bolo que minha madrinha fez. 
Bolo vegano: sem leite, com trigo integral, com recheio de abacaxi e maria-mole! 


Um registro desse pacotinho de gente qual tal me apaixonei completamente!



Um dia de Sol no quintal de casa e as galinhas soltas!





Como o tempo voa, não é mesmo?

Que Março seja um mês de amor, compaixão, alegria e criatividade!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita!
Ative o "Notifique-me" para receber notificação do seu comentário, pois eu sempre respondo. O feedback é adorável! <3

Segredo Sujo © 2008 ♥ 2019