segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

Ame quem ama você. Ou não.


"O amor não está no coração. Ele está na cabeça. Ame quem ama você."
Por muito tempo levei essa frase para minha vida.
Eu apliquei essa frase na minha vida.

Mas, não dá só para amar quem ama a gente.
A gente precisa amar também.

"O amor não está no coração".
Na verdade, ele está sim.
Ele está no coração, ele está na cabeça, ele está em cada pensamento, em cada coisa que se faz.

O amor tem dessa: às vezes você vai pegar um copo de água e se vê ali, parado há sei lá quanto tempo, com o pensamento em alguém.

O amor é isso: cinco anos jogados no lixo, e um dia eternizado para sempre.

De repente, aquilo que chamava de amor pode virar... nada.
Nada do que foi vivido importa. Nada do que foi sentido importa. Nada do que foi dito importa.
As trocas de carinho, as juras de amor, as promessas feitas... nada disso foi sincero, nada disso foi verdadeiro. 
Foi o calor do momento, foi a ocasião, foi a ilusão.
Foi qualquer coisa, menos amor.

Difícil aceitar que você não ama quem ama você.
Você, no máximo gosta, mas não ama.
Amor é quando uma simples mensagem de "Oi", ou uma figurinha de gatinho com coração nos olhos, faz sua boca esboçar um sorriso - e ele não sai dos lábios o dia todo.
Amor é quando os pensamentos voam para longe, mas pousam sempre no mesmo lugar.
Amor é aquele lance de mão suando, de frio na barriga.

Difícil, às vezes, diferenciar amor de paixão.
Mas, depois que se descobre que "aquilo não é amor", é libertador.
Nem sempre é fácil se libertar, mas quando a gente consegue, é a melhor coisa do mundo.

"Ame quem ama você."
Ou não, né.
A gente tem mania de amar quem nem se importa com a gente, né. 
Segredo Sujo © 2008 ♡ 2022