Image Map

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Conhecendo o Theatro Municipal



Dias desses resolvi fazer um tour bem turista mesmo por São Paulo.
Estava afim de conhecer, visitar de novo, e descobrir lugares e coisas novas nessa cidade tão louca, amorosa, linda, e acolhedora que é São Paulo.

Na vibe de turista, resolvi ir dar uma volta pelo Centro.
Nada do que visitar lugares para se colocar em seu lugar, não é mesmo?
O mundo é tão grande, tão cheio de gente, e a gente aqui, mendigando amor, repreendendo afeto, aumentando o ego e acumulando coisas desnecessárias na vida.

Assim como gosto de ir ao cemitério, vira e mexe gosto de sair de casa pra ver prédio, gente, muvuca e coisas aleatórias.
Me faz gostar ainda mais de viver, e não ter vontade de morrer! :) ♥



quarta-feira, 5 de abril de 2017

A felicidade e a luta contra abismos


Quem me vê, sempre me vê sorrindo. Seja no trabalho, na rua, na faculdade, em casa, ou até mesmo na faxina. 
Raramente existe um dia em que eu acordo com a cara fechada e permaneço assim até o fim do dia.
Mas isso não é sinal de que eu não tenho problemas, medo, dúvidas ou algo parecido.
Há anos tenho trabalhado minha mente em prol da minha felicidade. 
Eu finjo estar feliz, até que eu fique feliz de verdade. Às vezes dá certo, às vezes não. Está errado? Não sei, mas eu gosto assim. 
Não parece, mas tem um conflito muito grande dentro de mim, e eu estou aos poucos ajeitando as coisas por aqui.
Para se livrar do peso nas costas e apascentar tudo, cada um tem seu método.
Eu não tenho método. Na verdade, é caminhada e coisas aleatórias.
Uma dessas coisas aleatórias, é esse "Flipbook". Não sei fazer, e admiro quem sabe e faz. 
Com a mente e tempo livre, e precisando ocupar meus pensamentos (eu era mais ativa na faculdade!), comecei a "criar" o meu, com inspiração em outros.

Esse textão é só pra te dizer que:
 Quando você se sentir triste, na fossa, na merda, no fundo do poço, ou um lixo, saiba que existem coisas muito melhores para se fazer do que o uso de drogas, ou o suicídio. 
Já tive pensamentos obscuros (e ainda tenho), mas esses não são os melhores caminhos a serem seguidos.
Faça o que você gosta! Faça sacrifícios positivos por você!
Você é capaz de tudo! 
E mesmo que não acredite que seja capaz, tem uma pessoa aqui que te apóia (eu, sim 😉!), e um Deus que te ama muito, e te quer bem! 🌠


Feliz dia!



terça-feira, 4 de abril de 2017

Coletivo: Verde



Eu adoro fotografar. 
Pelo que me lembro, desde a época do Pixlog (quem se lembra? Competia com o Fotolog! ♥), e isso já se tem 12 anos...

Por muito tempo, me foquei em fotografar minhas coisinhas para compartilhar por lá. Depois veio  a fase de fotografar gatos, céus, praia, conchas, e agora, flores. Mas, na verdade, atualmente ando registrando minha vida, porque ela merece ser lembrada, sempre!


Verde nunca me foi uma cor simpática, mas comecei a gostar aos poucos, e quando vi, estava adorando a maneira que essa cor se expressa no dia a dia, seja nos diferentes tons de uma planta, e até mesmo nas aleatoriedades. 
Porém, não gosto dela também. Dá pra acreditar?

Tem um aglomerado de fotos verdinhas, cheias de amor por aqui! 🐱